Comece o ano organizando suas finanças

Publicado em 08/01/2019
calculadora-papel-com-planilha-e-caneta
Texto

O ano começou e você não foi um dos ganhadores da Mega da Virada? Tudo bem, isso não é motivo para desistir de conquistar seus objetivos em 2019. Mesmo quem não foi premiado com uma bolada pode atingir suas metas pessoais e profissionais, desde que tenha disciplina e conte com as ferramentas corretas para conquistá-las.

A primeira etapa é aproveitar o começo do ano para organizar suas finanças pessoais e familiares, passando a limpo as receitas e despesas. Assim, você terá um cenário mais amplo sobre o dinheiro disponível e saberá se ele é suficiente para seus planos. Se você não quer perder tempo, confira as dicas que separamos para ajudar você a arrumar as finanças e começar o ano com um bom planejamento financeiro.

Compile todas as suas despesas anuais

Ao longo do ano, é normal enfrentarmos alguns imprevistos. Mesmo assim, conseguimos saber de antemão algumas despesas que teremos, sejam elas impostos ou cobranças recorrentes. Compile o valor dos tributos que você terá que pagar, como IPVA e IPTU, e outras contas mais frequentes, como seguro do carro, material escolar e faturas de telefone, energia e água.

Depois dos gastos fixos, some as mensalidades que estão no seu radar para o ano, como cursos, faculdade, academia e manutenção de veículos. Avalie o impacto que elas terão no seu orçamento e veja o que precisará ser readequado. Alguns cursos rápidos e online de educação financeira podem ajudar nessa tarefa.

Calcule a média de gastos dos anos anteriores

Outra dica importante na hora de organizar as finanças é considerar a média de gastos que você teve recentemente. Uma sugestão é rever as despesas dos últimos 3 anos e, a partir daí, encontrar quais delas você pretende repetir, como viagens, combustível e pagamentos feitos com cartão de crédito.

Adicione um valor extra considerando a inflação do ano e verifique os ajustes necessários para conseguir economizar.

Tenha margem para imprevistos

Caso você seja pego de surpresa com algum imprevisto, um bom planejamento poderá ajudar a reduzir os impactos. Reserve parte das suas finanças para esses gastos e evite problemas maiores.

Obviamente, o valor dessas despesas não será simples de estimar. Uma sugestão é separar um percentual do total das suas receitas e guardar esse montante para utilizar apenas em emergências.

Avalie o saldo disponível

Com o orçamento elaborado, veja quais contas você consegue reduzir ou até mesmo excluir. O saldo restante é o que estará disponível para investir em seus objetivos, de forma planejada e tranquila.

Avalie se o valor é compatível com seus planos e procure a melhor forma para realizar esses investimentos. O Consórcio Caixa RMC é uma ótima opção para quem quer comprar imóveis e veículos sem os juros altos do financiamento. Faça já uma simulação.