Conheça a história do Dia Internacional da Mulher

Publicado em 06/03/2019
mulher-com-vestido-rosa-e-pose-de-reflexão-em-frente-à-parede-rosa
Texto

O Dia Internacional da Mulher é comemorado em 8 de março, data importante para reforçar a luta contínua das mulheres por direitos iguais e por mais oportunidades no mercado de trabalho. Desde a sua origem, a data é sinônimo de protestos emblemáticos e notáveis conquistas. Para celebrar, relembramos alguns dos principais momentos que ajudaram a construir o Dia Internacional da Mulher e as vitórias obtidas até aqui.

Origem do Dia Internacional da Mulher

São muitas as hipóteses sobre os movimentos que originaram o Dia Internacional da Mulher, mas recordar seus êxitos é tarefa mais importante do que ter uma resposta precisa. Um dos primeiros registros é do século XIX, quando operárias de fábricas têxteis protestaram por direitos trabalhistas e foram reprimidas pela polícia em Nova York, nos Estados Unidos.

Mais de meio século depois, em 1908, a mesma cidade sediaria uma passeata de mulheres. O movimento nos Estados Unidos relembrava as lutas anteriores e incluía reivindicações como o direito ao voto e o fim do trabalho infantil, antes de se desdobrar em novas greves nos anos seguintes, fortalecendo a luta das mulheres. 

O debate também acontecia na Europa, palco de um dos eventos mais conhecidos sobre a data. Na Rússia, em 1917, uma greve de trabalhadoras da indústria têxtil exigia melhores condições. A forte mobilização é considerada um dos pontos de partida da Revolução Russa, que aconteceria meses depois.

Conquistas obtidas pelas mulheres

Gradativamente, os movimentos expandiram os direitos femininos, como em 1951, quando a Organização Internacional do Trabalho estabeleceu a igualdade salarial para profissionais com as mesmas funções.

Em 1965, outra positiva decisão ampliou as opções de lazer para as mulheres, que puderam voltar a praticar esportes como lutas e futebol, derrubando a proibição que durou cerca de três décadas.

A primeira Conferência Mundial Sobre a Mulher, em 1975, é realizada com o objetivo de discutir políticas e planos de ação para equiparar direitos e combater desigualdades.

Direitos das mulheres no Brasil

No Brasil, temos o Dia Nacional da Mulher, em 30 de abril, data de nascimento de Jerônima Mesquita, líder do movimento feminista brasileiro e participante da fundação do Movimento Bandeirante.

Outro acontecimento histórico é de 1932, quando foi estabelecido o voto feminino no país, depois de muita luta. Dois anos mais tarde, Carlota Pereira Queiróz seria a primeira mulher eleita para deputada no Brasil.

O ano de 1985 trouxe duas boas notícias para a questão da segurança das mulheres, com a inauguração do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, vinculado ao Ministério da Justiça, e da primeira Delegacia Especializada da Mulher, em São Paulo.

Recentemente, duas importantes leis foram promulgadas. A Lei Maria da Penha, em vigor desde 2006, é fundamental no combate à violência doméstica. Em 2015, a Lei do Feminicídio adicionou a morte de mulheres à categoria de crimes hediondos.

Cenário da mulher na economia brasileira

Felizmente, a participação das mulheres no mercado de trabalho brasileiro é uma realidade, apesar de desafios como diferenças salariais, readaptação após licença-maternidade e jornada dupla, conciliando atividades profissionais com tarefas domésticas.

As mulheres são ativas economicamente e responsáveis por boa parte das decisões de compra. No setor de consórcios, por exemplo, pesquisa da Associação Brasileira de Consórcios (ABAC) mostra que, em 2018, 33% dos consorciados eram mulheres, estatística expressiva considerando o montante de R$ 96 bilhões movimentados pelos negócios do segmento entre janeiro e novembro do mesmo ano.

O Dia Internacional da Mulher também deve servir como reflexão e é ótima oportunidade para a divulgação de pesquisas, palestras e debates sobre o tema e como fortalecer os direitos das mulheres. Ainda há muito a percorrer, mas é importante olhar com carinho para as conquistas merecidamente obtidas.

Quer comprar um novo imóvel ou veículo? Conte com o apoio do Consórcio Caixa RMC. Faça já uma simulação.